Portugal – Lisboa

  • Avenida da Liberdade

    Nota: 5.0 de 10 (1) A avenida da Liberdade é mais um endereço de Lisboa ideal para os que curtem fazer umas comprinhas. O único “porém”, no entanto, são os preços dos produtos. Isso porque a área abriga lojas de marcas e grifes famosas, como Luis Vuitton, Burberry, Emporio Armani, Prada, entre outras. A avenida que faz a…

  • Castelo-de-sao-jorge

    Castelo de São Jorge

    Nota: 5.0 de 10 (1) O Castelo de São Jorge é uma das atrações mais famosas e visitadas de Lisboa. Uma fortaleza construída no século XI – por muçulmanos – situada em uma das colinas mais altas da cidade, de onde se tem, portanto, vistas de tirar o fôlego da capital e também do rio Tejo. O castelo era o último…

  • Oceanario-de-lisboa

    Oceanário de Lisboa

    Nota: 5.0 de 10 (1) O oceanário de Lisboa abriu as portas para o público, pela primeira vez, em 1998. Um centro de estudo e conservação super moderno, projetado para abrigar adequadamente uma quantidade enorme de peixes, aves, mamíferos, invertebrados e plantas. Um programa excelente para crianças, jovens e adultos. Ao adentrar o oceanário,…

  • Armazéns do Chiado

    Nota: 4.5 de 10 (1) Se você curte fazer umas comprinhas em um ambiente super charmoso e descolado, não pode deixar de conhecer este centro comercial situado em um dos bairros mais vibrantes de Lisboa, o Chiado. No shopping Armazéns do Chiado – instalado no antigo prédio de um convento – encontram-se mais de 50 lojas, entre elas Fnac, Sephora, A Loja do Gato Preto,…

  • A Baiuca

    Nota: de 10 (0) No tradicional bairro de Alfama, mais precisamente na Rua de São Miguel, encontra-se o pequeno restaurante cujo carro-chefe são as apresentações de fado vadio. Um local onde fadistas não-profissionais executam belas canções noite adentro, embalando com maestria o jantar dos frequentadores da casa. E por falar em jantar, no…

  • A-brasileira

    A Brasileira

    Nota: de 10 (0) Na elegante Rua Garrett (falamos dela aqui), no Bairro do Chiado, está este que é um dos cafés mais famosos de Lisboa, o A Brasileira. Um icônico estabelecimento inaugurado em 1905, com um interior todo em Art Deco de madeira, elementos em mármore, belos lustres e espelhos. Já na porta, o visitante é “recebido” pela…

  • A-ginjinha

    A Ginjinha

    Nota: de 10 (0) A ginja, um frutinho vermelho conhecido, também, como cereja ácida, dá origem uma das bebidas mais tradicionais de Portugal. E o melhor lugar em Lisboa para experimentar este licor de sabor adocicado é o café A Ginjinha, próximo à praça do Rossio. O local é pequeno, tanto é que muitos…

  • A-padaria-portuguesa

    A Padaria Portuguesa

    Nota: de 10 (0) Que tal uma paradinha entre uma atração e outra para saborear um pão fresquinho – acompanhado de um bom café/cappuccino – um delicioso pastel de nata, ou mesmo uma refeição rápida, com salada, sopa ou sanduíche? Tudo isso você encontra na Portuguesa, uma padaria famosa pelos produtos e preços que…

  • A-tasca-do-chico

    A Tasca do Chico

    Nota: de 10 (0) A noite do Bairro Alto é uma das mais animadas e tradicionais de Lisboa. E um dos locais mais famosos na área, não somente pela atmosfera, mas também pelas apresentações de fado vadio, é a Tasca do Chico. O local é pequeno e lota com facilidade, isso devido à qualidade da música e ao ambiente informal:…

  • Bairro-alto

    Bairro Alto

    Nota: de 10 (0) Ruas estreitas e com pavimento de paralelepípedo, tranquilas de dia e absolutamente animadas de noite, quando os bares e restaurantes locais ficam cheios, e muita gente circulando de um lado para o outro. Este é o cenário do famoso Bairro Alto, um dos bairros mais tradicionais de Lisboa, muito conhecido, também, como a zona boêmia da…

  • Casa do Alentejo

    Nota: de 10 (0) Em um belo prédio do século XIX se encontra o restaurante especializado em comida do Alentejo, uma famosa região de Portugal da qual fazem parte as cidades de Évora e Santarém. Além do menu repleto de delícias – como a carne de porco à alentejana, o arroz de mariscos e as imperdíveis sobremesas – a visita ao…

  • Centro Comercial Vasco da Gama

    Nota: de 10 (0) Vizinho à estação de trens/metrô Oriente – de onde saem os trens para o Porto – está este grande shopping que reúne de tudo um pouco. São mais de 150 lojas – marcas como Zara, Fnac, Nike, C&A – além de bons restaurantes, lanchonetes, cinema e supermercado, todos reunidos em um espaço com arquitetura…

  • Camarao-tigre-da-cervejaria-ramiro

    Cervejaria Ramiro

    Nota: de 10 (0) Frutos do mar frescos – alguns deles “pescados” no aquário do local minutos antes do preparo – cerveja ultra gelada e ambiente descontraído fizeram a fama da tradicional cervejaria Ramiro, em Lisboa. Uma casa que já era famosa, mas que se tornou ainda mais conhecida depois da visita do chef e apresentador da TV americana, Anthony Bourdain. No…

  • Elevador-de-santa-justa-miradouro-de-santa-justa

    Elevador de Santa Justa

    Nota: de 10 (0) Para circular entre a Cidade Baixa e a Cidade Alta (mais precisamente, da Rua de Santa Justa ao Carmo), o visitante pode tomar um dos elevadores públicos mais charmosos da história, o elevador de Santa Justa. Inaugurado em 1902, o ascensor de 45 metros de altura é um projeto do arquiteto Raoul Mesnier du Ponsard, todo em ferro fundido e…

  • Feira da Ladra

    Nota: de 10 (0) “Mercados de Pulgas” são locais muito interessantes de serem visitados, não somente pelos que desejam fazer umas comprinhas, mas também por aqueles que desejam curtir um programa diferente. E em Lisboa o visitante encontra a Feira da Ladra, um mercado que acontece nas manhãs de terças e sábados, onde é…

  • Igreja-de-santa-engracia-panteao-nacional

    Igreja de Santa Engrácia (Panteão Nacional)

    Nota: de 10 (0) Lisboa, a cidade das belas igrejas! E a Igreja de Santa Engrácia – o Panteão Nacional – não poderia fugir à regra. Fundada em 1568 a mando da Infanta D. Maria, o templo barroco do bairro de Alfama é de uma beleza e imponência impressionantes, além de estar muito bem localizado, com uma vista pra lá de especial do…

  • Igreja-de-santa-maria-maior-de-lisboa

    Igreja de Santa Maria Maior de Lisboa

    Nota: de 10 (0) Erguida em 1150 – uma das estruturas mais antigas da cidade –  a catedral da Sé é a principal igreja da diocese de Lisboa. Oficialmente conhecida como igreja de Santa Maria Maior, ela chama a atencão pela mistura de estilos arquitetônicos, com destaque, na fachada, para duas belas e imponentes torres e o vitral de rosácea. Olhando de…

  • Miradouro-e-igreja-da-graca

    Igreja Paroquial da Graça

    Nota: de 10 (0) O Miradouro (mirante) da Graça é mais um dos pontos turísticos que oferecem uma vista muito bonita de Lisboa. Oficialmente conhecido como miradouro Sophia de Mello Breyner Andresen, uma poetisa portuguesa falecida em 2004, o local tem a fama de atrair casais de namorados não somente pela paisagem de cartão-postal (do Castelo e da…

  • Largo-miradouro-das-portas-do-sol

    Largo Portas do Sol

    Nota: de 10 (0) Lisboa, a cidade das sete colinas, está repleta de belas paisagens. E espalhados pela capital estão uma série de miradouros – ou mirantes, nome mais conhecido por nós, brasileiros – cheios de história e que proporcionam ao visitante vistas de tirar o fôlego. O miradouro das Portas do Sol é um deles. De lá se tem uma…

  • Bacalhau-do-restaurante-lisboa-a-noite

    Lisboa à Noite

    Nota: de 10 (0) O ambiente mais requintado e um cardápio recheado de pratos da tradicional cozinha portuguesa fazem do Lisboa à Noite uma excelente opção para um jantar especial. No menu, vários clássicos da gastronomia portuguesa, como carpaccio de polvo com vinagrete, bacalhau e polvo à moda do Lagar, além de pratos à base de…

  • Majong-bar

    Majong

    Nota: de 10 (0) A noite do Bairro Alto é famosa e um dos estabelecimentos da região que valem muito a pena conhecer, seja para um drinque depois do jantar ou uma noite completa, é o Majong bar. Situado em uma movimentada rua do bairro, o bar é bastante informal e tem uma decoração incrível com candeeiros, além de boa música e…

  • Espaco-time-out-no-mercado-da-ribeira

    Mercado da Ribeira/Espaço Time Out

    Nota: de 10 (0) Quem curte um bom mercado não pode perder a chance de conhecer o da Ribeira, em Lisboa. Uma grande feira fechada – a maior da cidade – onde é possível comprar alimentos frescos, como verduras, legumes e peixes. Uma boa pedida, também, para os que vão alugar apartamentos de temporada e gostam de testar os dotes culinários. Mas…

  • Miradouro-da-senhora-do-monte

    Miradouro da Senhora do Monte

    Nota: de 10 (0) Muita gente diz que a vista do alto mais bonita de Lisboa é a do Castelo de São Jorge, porém, alguns habitantes locais são categóricos em afirmar que a paisagem que se tem do Miradouro da Senhora do Monte é, definitivamente, a mais impressionante, alta e completa de todas. No local, que tem fama de romântico e por isso atrai…

  • Mosteiro-dos-jeronimos

    Mosteiro dos Jerónimos

    Nota: de 10 (0) O Mosteiro dos Jerónimos é, sem dúvida alguma, uma das atrações que mais merecem destaque em Lisboa. Uma belíssima e imponente construção do século XVI, considerada uma joia da arquitetura manuelina, onde estão guardados tesouros e muita história. Situado no famoso bairro de Belém,…

  • Museu-arqueologico-do-carmo

    Museu Arqueológico do Carmo

    Nota: de 10 (0) A poucos metros do elevador de Santa Justa, na parte alta da cidade, está o Museu Arqueológico do Carmo ou o Convento do Carmo. Um local onde o visitante encontra o que restou da antiga igreja do Convento de Nossa Senhora do Vencimento do Monte do Carmo, fundada em 1389 por D. Nuno Álvares Pereiro. A igreja gótica que um dia existiu naquele…

  • Museu-do-chiado-mnac

    Museu do Chiado (MNAC)

    Nota: de 10 (0) Os apaixonados por arte que estiverem em Lisboa não podem deixar de conhecer as obras expostas no Museu do Chiado – ou Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado. No acervo, belos trabalhos de arte portuguesa, datados de 1850 a 1950, pertencentes a artistas de renome como Amadeo de Souza-Cardoso, Columbano Bordallo Pinheiro, Fernando Lanhas,…

  • Museu-do-fado

    Museu do Fado

    Nota: de 10 (0) Uma das maneiras de conhecer a história de um lugar é por intermédio da música. E o fado, com certeza, retrata bem a sociedade lusitana. São melodias e letras românticas, algumas melancólicas e várias que exaltam as belezas de Portugal, na voz de cantores e cantoras de sucesso. Para os que desejam saber mais sobre aos…

  • Museu-e-igreja-de-sao-roque

    Museu e Igreja de São Roque

    Nota: de 10 (0) Uma bela fachada e um interior de deixar qualquer um boquiaberto. Assim é a Igreja de São Roque (século XVI), um dos primeiros templos jesuítas do mundo, e onde o visitante encontrará a “capela mais cara do mundo”, construída entre 1742 e 1750. Batizada em homenagem a São João Batista, a capela foi produzida…

  • Padrao-dos-descobrimentos

    Padrão dos Descobrimentos

    Nota: de 10 (0) Os descobridores Vasco da Gama e Pedro Álvares Cabral, o Infante D. Henrique e o poeta Luís Vaz de Camões são alguns dos heróis portugueses homenageados neste monumento lisboeta, situado no bairro de Belém. Um belo e imponente paredão de frente para o rio Tejo, que “evoca a expansão ultramarina portuguesa,…

  • Parque Eduardo VII

    Nota: de 10 (0) Tem gente que não abre mão de incluir um parque em um roteiro turístico e o Eduardo VII – o maior de Lisboa – vale muito a visita. Situado na parte de trás da praça Marquês de Pombal, o local tem uma área verde muito bonita, além de duas estufas da década de 30, com espécies de flores e plantas vindas de…

  • Pasteis-de-belem

    Pastéis de Belém

    Nota: de 10 (0) Você, com certeza, já deve ter ouvido falar nos famosos pastéis de Belém, um doce tipicamente português que ganhou fama no mundo todo. No entanto, o que muitos não sabem é que o verdadeiro pastel só pode ser experimentado nesta casa situada no bairro de Belém, em Lisboa. Uma receita secreta e guardada a sete…

  • Pingo Doce

    Nota: de 10 (0) A rede de supermercados Pingo Doce é uma mão na roda para aqueles que vão se hospedar em apartamentos de temporada e gostam de cozinhar. Nas várias lojas da rede espalhadas pela cidade (encontre a sua aqui), você vai encontrar alimentos frescos, mariscos, peixes, carnes, pães, doces, vinhos e muitas outras delícias locais.

  • Pois-cafe

    Pois, Café

    Nota: de 10 (0) Um cardápio repleto de delícias, um espaço bem decorado e bastante aconchegante. Isso é tudo o que você vai encontrar no Pois, em Alfama, um café bastante frequentado por locais, ideal para um break entre um passeio e outro. No menu, tortas e sanduíches deliciosos, cafés dos mais diversos tipos e também menus…

  • Porta-d-alfama

    Porta d’Alfama

    Nota: de 10 (0) Seja para saborear uma deliciosa sardinha assada na brasa ou varar a noite ouvindo um bom fado, o Porta d’Alfama é uma excelente opção para aqueles que procuram um bom estabelecimento de comida portuguesa, em um dos bairros mais tradicionais de Lisboa. Os preços do local também não costumam ser dos mais caros. O prato de…

  • Cervejaria-portugalia

    Portugália

    Nota: de 10 (0) Cozinha portuguesa de primeira em um cenário de tirar o fôlego: de frente para o monumento Padrão dos Descobrimentos e o rio Tejo. No menu, pratos especiais como a Açorda de Camarão, o Bacalhau à Brás, além de uma série de pratos à base de mariscos, petiscos tradicionais, excelentes vinhos e cerveja…

  • Praca-do-comercio-terreiro-do-paco

    Praça do Comércio (Terreiro do Paço)

    Nota: de 10 (0) No passado – nesta que é a maior praça de Lisboa – dava-se as boas vindas àqueles que desembarcavam após uma viagem de barco. Além disso, no espaço que fica de frente para o rio Tejo, em 1908, Dom Carlos I e o filho foram assassinados, o que resultou a queda da monarquia. Também conhecida como Terreiro do Paço, a…

  • Quiosque-ribeira-das-naus

    Quiosque Ribeira das Naus

    Nota: de 10 (0) Pegue uma bebida, acomode-se em uma das convidativas cadeiras de praia do Quiosque Ribeira das Naus e aproveite uma das mais belas vistas do Rio Tejo, ainda mais especial em dias ensolarados. Além disso, no quiosque também é possível fazer lanches rápidos, no menu tem saladas, pizzas, sanduíches, entre outros quitutes. Afinal,…

  • Praca-do-rossio

    Rossio

    Nota: de 10 (0) Os locais a conhecem como Rossio, mas o nome oficial da belíssima praça do centro de Lisboa é Pedro IV. Um espaço amplo e todo pavimentado em pedra portuguesa, o mesmo material utilizado em pontos turísticos famosos mundo afora, como o calçadão de Copacabana. No centro da praça, encontram-se duas fontes barrocas e um…

  • Rua-augusta

    Rua Augusta

    Nota: de 10 (0) Repleta de lojas interessantes, a região da Baixa é uma das melhores áreas de compras em Lisboa. Mas se você não for lá muito fã do entra e sai de lojas, não tem problema. Temos certeza de que vai gostar de explorar a área a pé e sem muito compromisso. Uma das principais ruas de compras da região…

  • Rua-garrett

    Rua Garrett

    Nota: de 10 (0) A elegante Rua Garrett é um dos principais endereços do Bairro do Chiado. No local, que um dia foi o ponto mais intelectual da cidade, encontram-se uma série de lojas descoladas, livrarias antigas, como a Bertrand, cafés charmosos, como o centenário A Brasileira – com a estátua de Fernando Pessoa na porta – e muito mais. Se…

  • Gelados-sorvetes-santini

    Santini

    Nota: de 10 (0) Não importa a estação do ano, fãs de sorvetes que estiverem em Lisboa devem reservar um tempinho para experimentar os gelados Santini. Uma marca criada há mais de 60 anos, em Portugal, que fabrica sabores deliciosos – dos tradicionais aos mais inusitados. Em Lisboa, a concorrida loja fica na movimentada Rua do Carmo, no Chiado.

  • Solar-dos-presuntos

    Solar dos Presuntos

    Nota: de 10 (0) O restaurante que abriu as portas em 1974 tem um cardápio recheado de delícias da gastronomia portuguesa, além de uma clientela fiel e bem famosa. Prova disso são as fotos dos vários artistas, músicos e políticos decorando as paredes do local, entre elas, várias personalidades brasileiras. Mas vamos ao que…

  • Bacalhau-com-natas-da-tasca-da-comadre

    Tasca da Comadre

    Nota: de 10 (0) Na Rua do Diário de Notícias, uma das mais movimentadas do Bairro Alto, está localizado este pequeno restaurante especializado na culinária local. O atendimento é excelente, o ambiente informal, aconchegante, e o menu está repleto de iguarias tradicionais, como os famosos pastéis de bacalhau (bolinhos de bacalhau), salada de…

  • Torre-de-belem

    Torre de Belém

    Nota: de 10 (0) Construída no século XVI às margens do rio Tejo, a belíssima Torre de Belém é um dos monumentos que mais simbolizam Lisboa. E a função do local – idealizado pelo rei João II e executado tempos mais tarde pelo rei Manoel I – era justamente controlar a entrada daqueles que chegavam pelo mar.

  • Perder-se pelas ruas do Alfama, bairro tradicional com ladeiras íngremes, ao som de um belo fado, subir até o Miradouro da Senhora do Monte e lá do alto apreciar uma vista de tirar o fôlego, caminhar sem pressa pela orla do Tejo, deliciar-se com uma bela posta de bacalhau e uma taça de vinho em algum bom restaurante e depois adoçar o paladar com o famoso pastel de Belém… Sim, nós poderíamos ficar aqui horas a fio apenas descrevendo as maravilhas de Lisboa, a capital portuguesa que recebe uma quantidade enorme de visitantes todos os anos e, muitas vezes, é vista erroneamente como uma mera porta de entrada na Europa. Esse pensamento logo é substituído por uma sensação de encantamento assim que o visitante se depara com um destino turístico que exala história por todos os cantos – várias conexões com a nossa história, obviamente – e que também oferece infinitas possibilidades, um turismo bem estruturado e capaz de agradar pessoas dos oito aos oitenta anos. Nostalgia Lisboa é uma grande e antiga capital – um pouco judiada pela última crise econômica -, mas que ainda conserva um certo ar interiorano e de muita nostalgia. Calçamento de paralalepípedos antiquíssimos e bem conservados, padarias de esquina que exalam um aroma de pão fresquinho, ruas e comércio movimentados e muita gente boa se comunicando no “bom e velho” português, algo que facilita ainda mais a estadia de nós, brasileiros, na cidade. E assim como na maioria dos países da Europa, a moeda local é o Euro, porém a diferença é que o turismo em Lisboa – e no restante do país – é bem mais em conta se comparado a outras capitais europeias. Prova disso é que com 10 ou 15 euros, por exemplo, é possível fazer uma bela refeição em algum restaurante ou tasca da cidade, o que seria impossível em destinos como Paris e Londres. Além do mais, as entradas nas principais atrações e o transporte público também não são dos mais caros do continente.

    Quando ir a Lisboa

    Em se tratando de clima, não há nenhuma época do ano considerada ruim para ir a Lisboa. Na verdade, Portugal tem um dos climas mais quentes do continente e prova disso é que, enquanto alguns países europeus “congelam” no inverno, a terra de Vasco da Gama surpreende o visitante com temperaturas mais amenas. Julho e agosto são considerados os meses mais quentes do ano, ideal para quem não se importa com as altas temperaturas (pode chegar aos 40°C) e deseja curtir as belas praias do país, várias delas bem próximas a Lisboa. O único alerta para o período, além do forte calor, vai para os preços de hospedagem, que acabam ficando mais “salgados” do que o comum. Mas se a sua intenção é aliar bom clima, bons preços e também poder desfrutar de uma cidade mais tranquila, em se tratando de movimentação turística, a dica é reservar a sua estadia de março a maio ou de setembro até o fim de outubro. Para conferir o clima em Lisboa neste exato momento, clique aqui. O que Levar na Mala Roupas leves e sapatos apropriados são altamente indicados para aqueles que vão conhecer a cidade no verão. Nada como um bom par de tênis, inclusive para subir e descer as ladeiras de bairros como Alfama e Bairro Alto e andar com tranquilidade sob o calçamento (histórico) de paralelepípedos. Ah, e não se esqueça de levar um bom filtro solar, pois o Sol não costuma dar muita trégua! Já no outono e no inverno, a dica é se precaver levando na mala roupas de frio – mínimas de 8°C e máximas de 15°C, no período mais frio – e também um guarda-chuva ou capa, caso chova.

    O que fazer em Lisboa

    Lisboa é um destino turístico de múltiplas opções, lá você vai encontrar museus, miradouros (mirantes) de onde se tem vistas de tirar o fôlego, igrejas antigas cheias de história e tesouros guardados, restaurantes que servem o melhor da gastronomia local e muito mais. A principal dica para os que gostam de montar roteiros antes da partida é tentar agrupar as atrações por regiões. Dessa forma, perde-se muito menos tempo com deslocamentos, até porque muita coisa pode ser feita a pé (isso se o tempo colaborar, claro!). Os que estão com tempo reduzido podem separar um dia para explorar as regiões da Baixa, Chiado e Bairro Alto, onde estão o Elevador de Santa Justa, a Praça Dom Pedro IV (Rossio), o Convento do Carmo, a Praça do Comércio, além de ruas ideais para umas comprinhas, como a Garrett e a Rua Augusta. Além disso, vários cafés e restaurantes legais estão distribuídos nessas áreas. O segundo dia pode ser dedicado ao tradicional bairro do Alfama e arredores, onde está o Castelo de São Jorge. Em Alfama, a principal dica é perder-se pelas ruelas e explorá-las sem muito compromisso. O bairro é fantástico e em alguns momentos parece um cenário de filme, casas com varais de roupas nas janelas, cheirinho de comida boa exalando por todos os cantos… E tudo isso ao som de um belo fado! No terceiro dia, não deixe de conhecer o famoso bairro de Belém, acessível do centro de Lisboa por intermédio do bondinho elétrico de número 15, ônibus ou táxi (a corrida sai por 10 euros, em média). Você pode começar a visita pela belíssima Torre de Belém e depois seguir caminhando à leste – e pela orla do Tejo – até o Padrão dos Descobrimentos, no total de 1 km. Depois de tirar algumas belas fotos e subir no topo do monumento, dirija-se ao Mosteiro dos Jerónimos em uma caminhada de 500 metros (ao Sul). Do Mosteiro dos Jerónimos até a famosa casa/café dos Pastéis de Belém são pouco mais de 300 metros, seguindo pela Praça Império até a Rua Belém. Lá você vai encontrar o tradicional doce português recém-saído do forno, crocante e coberto com açúcar e canela. Uma delícia simplesmente imperdível! Lisboa Card  Na lista abaixo reunimos atrações de Lisboa que, ao nosso ver, são imperdíveis. E uma maneira de visitá-las e economizar, ao mesmo tempo, é adquirindo o Lisboa Card. Um cartão que permite o uso do transporte público da cidade de maneira ilimitada, libera a entrada em alguns pontos turísticos e dá desconto em outros. O cartão está disponível nas versões 24, 48 e 72 horas, e custa €18,50, €31.50 e €39, respectivamente. Para conferir os locais que aceitam o cartão e pedir o seu é só clicar aqui.

Deixe um comentário